sexta-feira, dezembro 01, 2006

Confesso

Após estes anos todos, eu me confesso. Eu sei que estas coisas não se sentem, não se pensam e muito menos se dizem, mas a verdade é como o azeite e tem que vir ao de cima, custe o que custar. Alguém ainda se lembra do Dino Meira? Aquele tipo que cantava "o homem vestido de branco"? Pois ele morreu em 1993... e eu fiquei contente. Já não aguentava mais ouvir aquela música, nem as outras todas que era debitadas pelos rádios do pessoal na praia - sim, naquele tempo ainda não havia ipods e o pessoal levava o rádio para a praia. Ainda demorou talvez um anito até deixar de se ouvir completamente o génio musical do Dino Meira, mas eventualmente, parou. Agora, de castigo, tenho esta música a tocar na minha cabeça, sem parar. O Dino está-se a vingar. Dino, filho vai tocar para a cabeça de alguém que te aprecie, que aqui não és bem vindo.
4 comentário(s)

4 Comentário(s):

Não tenho qualquer problema em dizer que fiquei contente. Afinal de contas eu tinha 17 anos, e nessa altura, fã de Pixies e Violent Femmes, Dino Meira era o expoente daquilo que NÃO se podia de maneira nenhuma ouvir.

Só espero que continue muito bem enterrado e que lá no Céu não lhe entreguem uma harpa para a mão. Isso sim, era uma obra de caridade. E para isso rezo. Mas claro que nem me lembro de música nenhuma dele, por isso não há perigo :)

By Blogger JSA, at 5:05 da tarde  

ahahaha!! bom feita Snow, e' para naos seres mazinha!

By Blogger Cromossoma X, at 3:27 da tarde  

dino meira era fixe... aquela carapinha era um sucesso em qualquer lugar do mundo onde houvesse uma comunidade tuga! lembro-me que o gajo morreu de ataque cardíaco quando via um jogo qualquer da selecção em que não só perdemos como jogámos mal para caramba, contra uma daquelas equipas de 3ª estilo luxemburgo ou lichenstein... as coisas que o nosso país nos faz!

By Blogger tiago, at 1:30 da manhã  

Ai morreu????

By Blogger BloodyLiLith, at 12:29 da manhã  

Enviar um comentário página inicial