segunda-feira, outubro 30, 2006

Piropo

Às compras com o meu amor, entrámos numa loja à procura de um certo produto que é difícil de encontrar. Depois de vasculhar a loja toda, o meu amor decidiu pedir ajuda ao vendedor. Enquanto o homem nos explicava que não, não tinham aquilo, mas que talvez conseguíssemos encontrar na loja ao lado, de repente olha-me nos olhos e diz-me que tenho os olhos pretos mais profundos que já viu. E eu, feita tola, a pensar que ele estava a usar alguma expressão alemã que eu não conhecesse, que talvez significasse que eu estava com ar de má por querer comprar aquilo tão desesperadamente e não encontrar, e mais tarde a perceber que o tipo teve a lata de me dirigir um piropo com o meu mais que tudo mesmo ao meu lado... A minha vontade era de voltar à loja só para lhe perguntar se é ou não alemão (sim, é a única coisa que me ficou a remoer na cabeça, e já agora, aposto em que ele possa ter qualquer nacionalidade menos a alemã).
1 comentário(s)

1 Comentário(s):

Uau, isso sim é um piropo!

PS:A presença do mais que tudo só o coloca um patamar acima, o patamar do piropo desinteressado!

By Blogger Rita, at 12:18 da tarde  

Enviar um comentário página inicial