quinta-feira, junho 22, 2006

Longe da vista

Mudo sempre de canal quando começam as notícias numa das televisões portuguesas. Entre as más notícias - a qualidade de vida a piorar a olhos vistos, a corrupção que nem se dá ao trabalho de se esconder, e outras - as notícias deprimentes - Portugal nos últimos lugares dos rankings de tudo quanto é "os melhores" e nos primeiros de tudo quanto é "os piores" - e as notícias que não são notícias - estamos em directo em frente à casa de Sicrano, que esteve aqui há 6 horas e se recusou a comentar, pelo que achamos isto mas não podemos ter a certeza porque ninguém confirmou, mas ainda assim vamos falar com um transeunte para que ele nos possa dar a sua opinião, e já agora podemos também falar com o amigo da tia da vizinha que ouviu falar neste assunto - tudo me dá vontade de ignorar, passar aquilo tudo à frente, esquecer que alguma vez aqueles noticiários existiram. Os apresentadores/jornalistas que dão as piores notícias com um sorriso nos lábios enervam-me, assim como os políticos cuja máxima é "faz o que eu digo não faças o que eu faço", e as más notícias constantes entristecem-me. E ao fim e ao cabo, Portugal ainda lá está no mesmo sítio, com as mesmas autoestradas caras, com a gasolina já mais cara do que na Alemanha (antes da liberalização dos preços em Portugal, a gasolina na Alemanha era cerca de 20 cêntimos mais cara), com o IVA a 21% (aqui ainda está a 16%), o desemprego a aumentar e o trabalho muito mal pago. Quando vejo as notícias portuguesas penso "Ainda bem que me vim embora." e ainda assim entristece-me ver o meu país, onde me tornei aquilo que sou hoje, a andar cada vez mais para trás.
2 comentário(s)

2 Comentário(s):

Será que devo trazer o receptor de satélite em Agosto ou nao??

By Blogger Minhoca,a verdadeira, at 2:14 da tarde  

Como te compreendo...

By Blogger Rita Dantas, at 3:38 da tarde  

Enviar um comentário página inicial