terça-feira, março 07, 2006

Falta de palavras

Alguém conhece algum dicionário de calao alemao? Procuram-se asneiras, e insultos. Já agora, dava jeito perceber a intensidade relativa dos mesmos.

Conheço para aí uns 5 insultos alemaes, e umas 2 ou 3 asneiras. Possivelmente, porque raramente preciso deles. Mas começo a desconfiar que os alemaes nao utilizam muitas asneiras. "Idiot" já é um grande insulto. "Arschloch" (asshole, buraco do cú) só se usa quando se está mesmo muito f*****. Nunca ouvi ninguém dizer "fick", ou "fick dich" (as f words cá do sítio), por muito chateado que estivesse. "Scheisse" (merda) é uma palavra completamente proibida, ou melhor, se alguém se atreve a soltar uma interjeiçao destas em público, leva logo com uma dúzia de olhares reprovadores. Pelo menos.
Ainda assim, os insultos mais engraçados que já vi/li/ouvi eram frases completas. Quem é que se lembra de usar uma frase enorme para insultar alguém? Que raio de insulto é "para onde é que fugiu o génio que te tentou ensinar a tocar piano"? Onde é que estao expressoes como "seu grande parvalhao, vai pentear macacos para o Alentejo" (isto é a versao soft)?

E já agora... por mais que ouça, ou leia, ou até use, este tipo de palavras noutras línguas, nunca lhes atribuo grande importância. E, para mim, sao palavras muito menos fortes que outras, equilvalentes ou nao, em português. Qualquer palavra estrangeira, por mais insultuosa que possa ser, nunca me parece grande insulto. O cúmulo, para mim, é o espanhol. Os espanhóis dizem pelo menos duas asneiras em cada 3 palavras que lhes saem da boca, e a mim só me dá muita vontade de rir.
9 comentário(s)

9 Comentário(s):

o giro é alugar um filme do Almodovar e comparar as asneiras da traducao alema, da inglesa (ou outra) e do original. é um fartote de rir.

By Blogger Polliejean, at 8:28 da manhã  

Essa dos espanhóis é bem verdade. Há bem pouco tenpo estivémos em casa de uma amiga nossa, galega, e foi com total espanto e toneladas de gargalhadas que ouvimos o irmão dela a dizer carai e roder (não sei se é assim que se escrevem), como se fosse a coisa mais natural do mundo, enquanto encetava uma conversa com os pais!

By Blogger Dani, at 10:40 da manhã  

Fick Dich ins Knie é para mim a mais intrigante....porque, porque????

PS:Hurray para o fim da Word Verification!

By Blogger Rita Dantas, at 11:44 da manhã  

Deixa, os holandeses traduzem coisas como "Fuck you!" nos filmes para "Krijg de klere!", o que pode ser traduzido por "Apanha a cólera!". Aliás, tenho um livro de insultos em holandês e 80%, senão mais, é preenchido com variantes desse "Apanha a...!" com uma doença diferente. Às vezes variam com algo do género de "Espero que..." ou "Vai apanhar..." ou podem ser mais originais, mas anda sempre por volta daquilo das doenças.

Curioso é que a maior variedade anda por Roterdão, provavelmente inspirada pelos marinheiros que precisavam de insultar outros estrangeiros e um simples "Vai-te foder!" não provocaria mais lembrança que um "Bom dia!".

PS - eu não coloquei o word verification no Estação Central, mas começaram agora os spams...

By Blogger JSA, at 11:49 da manhã  

rita: ahahah, nunca ouvi essa! No joelho??? Como é que se faz isso???

By Blogger Snowgaze, at 11:50 da manhã  

Ui, ui, ui, isto agora dava pano para mangas, se eu tivesse tempo...
Antes de mais, parental advisory: já que estamos numa de asneiras, vou escrevê-las todinhas por extenso, sem estrelinhas ou outras coisas do género! É favor os mais sensíveis desligarem já o computador.

Snowgaze: pois é, no joelho... também não sei como se faz!! Aliás, suponho mesmo que por ser impossível é que se tornou asneira, será?
Mas cuidado com as generalizações, nem toda a gente fica indignada quando se diz Scheiße, depende do contexto. Claro que numa reunião com o chefe ou entre pessoas que mal se conhecem não cai lá muito bem, mas isso até em Portugal! Entre amigos é normal dizer-se e até se usa para palavras compostas tipo "Ich hab' den Scheißbus verpasst" (perdi a merda/porra do autocarro), ou para Scheißwetter(tempo de merda). Enfim, tudo depende da intensidade com que se diz, se sair uma "Scheiße!" alto e bom som, com uma certa raiva, quiçá acompanhada de um murro na mesa, claro que é um insulto.

Pois, o "fick" não lhes sai com frequência, mas usam muito o "fuck" em inglês, como a nossa "merda" quando algo corre mal (nestes casos também usam "Scheiße" ou "verdammt!") Para o nosso velhinho "vai-te foder" a tradução à letra não serve... ou usam a do joelho, ou então "verpiss dich!", com o significado de "desaparece!" ou "põe-te a milhas" ou "hit the road", mas que traduzido à letra é um fartote de rir: dá qualquer coisa como "mija-te!"

Mas há mais asneiras em Português que não se traduzem bem para alemão, como o nosso "caralho". A palavra eles até a têm, só que não a usam como asneira, como nós. A tradução "Schwanz" (como asneira, equivalente a "piça") tem bastantes utilizações - já lá vamos - mas não dá para as nossas. Vejamos: "aquele caralho está-me a dever 20 euros" só poderá ser traduzido com "Arschloch"; nem sequer o "filho da puta" serve, pois "Hurensohn" existe, mas também é de fraca utilização.
Ora bem, aqui é preciso muito cuidado! "Schwanz" é quase sempre uma palavra perfeitamente inofensiva, em contexto normal significa "cauda", como a do cão, gato, cavalo, etc. O nosso penteado "puxinho" ou "rabo-de-cavalo", por exemplo é "Pferdeschwanz", sem qualquer intenção de maldade ou asneira.
Para Schwanz ter sentido insultuoso deve estar ligado a outra palavra ou contexto que desfaça esta ambiguidade e defina claramente que, nesse caso, nada tem a ver com a cauda ou o rabo de um animal, mas sim com o membro masculino. (Bem, vistas as coisas, até parece uma cauda, não?). Por exemplo, "Schlappschwanz" é uma "pila mole", qq coisa equivalente ao nosso maricas no sentido de um gajo que tem medo (medricas, fracote), que não é corajoso.

E já que estamos nesta área, que tal descermos um pouquinho aos testículos? Os nossos famosos tomates nada têm a ver com os ovos deles... o que dá uma bela confusão e muitas gargalhadas, imaginem, ao traduzir-lhes os deliciosos "ovos moles" de Aveiro! O que eles entendem por "weiche Eier" é algo semelhante ao Schlappschwanz, se bem que com menor intensidade; para designar um "fracote" usam Weichei, ou então o castiço "Warmduscher" (à letra, gajo que toma duche em água quente!!) Em espanhol também se diz "huevos", como será nas outras línguas?

Já agora, há muitas palavras em português que lhes soam a asneira e os fazem rir com um arzinho perplexo ou até maldoso... O nosso verbo ficar, que nada tem de extraordinário, por exemplo. Quando insistimos para alguém ficar mais um pouco em nossa companhia em frases do tipo "vá lá, fica!", oa alemãe que estiverem a ouvir ficam muito pasmados, porque "fica" lhes soa a "ficke", que é o imperativo do verbo "foder"!!
E que dizer das placas de trânsito para a Figueira da Foz? Uma galhofa!! Porquê, perguntam vocês, não tem nada de engraçado, é uma praia muito linda, sim senhor, e depois, o que é que tem? Reparem nas placas. Normalmente aparece abreviado, porque qualquer português sabe o que é "Fig. da Foz" ou até só "Fig. Foz". Liçãozinha de pronúncia alemã: um "g" em final de palavra lê-se "k", um "z" lê-se "ts"; até aqui nada de extraordinário, dirão vocês. Então pensem na abreviatura falada ou lida por um alemão "fik da fots". Sabendo agora que "Fotze" é a portuguesíssima "cona" (que também já nos valeu muita gargalhada com um certo Opel), dá para perceber porque é que um alemão se escangalha a rir com as placas para a Figueira!! É que a abreviatura soa-lhes a algo do género "fode na cona"!!! Agora já sabem, se virem um carro na estrada para a Figueira com um bando de louros lá dentro a rir às gargalhadas...

E pronto, lá gastei o tempo que não tenho, logo vou ter de fazer serão...
Espero ter contribuído com mais algumas asneiras para o teu repertório!
Por último, concordo contigo: as asneiras e os insultos têm muito mais força na nossa língua, em línguas estrangeiras são de difícil tradução, faltam bons equivalentes e os poucos que há soam mais fraquinhos. Porque será?

By Anonymous bruxinha, at 3:57 da tarde  

bruxinha: bem, tu estás imparável! Um espetáculo! :)
Se calhar o problema é meu, mas coisas como "Weichei" (o tal ovo mole eheh) ou até "Warmduscher" (pessoa que toma duche de água quente, no sentido de mariquinhas) soam a brincadeirinha de crianças e não a verdadeiras asneiras ou insultos! Ah, lembrei-me de mais um que me dá vontade de rir: "Saunauntensitzer" (pessoa que se senta na plataforma de baixo na sauna, com o sentido de mariquinhas, mas que raio de insulto é este?). :)

By Blogger Snowgaze, at 4:06 da tarde  

o fick dich ins Knie é a melhor, realmente. se alguma vez alguem me disser isso, acho que desato à gargalhada.

mas mais pudicos devem ser os noruegueses. uma vez pedi a um para me ensinar uma asneira em norueguês (porque achava que devia soar mesmo a asneira) e o gajo disse que nao sabia. Porque quando se chateiam nao mandam ninguém para lado nenhum. simplesmente calam-se.
bom, eu nao acreditei nele.

By Blogger Polliejean, at 9:36 da tarde  

Snow, brilhante. isso deveria ser um post inteiro, não só um comentário. aclaro que com um parental advisory bem explícito :)

quanto aos holandeses, usam como frase forte um "God verdomme!" em volume elevado, intenso e tom muito grave. Se algum holandês se expressar desta forma afastem-se e voltem daí a meia hora, depois de ele estar mais calminho. de resto usam o "shit" inglês e o "kut", que se lê "cât" e que significa "cona" mas que tem o efeito de dizer algo como "merda". pelo menos é o que dizem os meus colegas de equipa quando falham um cesto fácil. já o "foder" ou variantes do mesmo (versão holandesa, "neuken", lida como "nôuquen") não é usada excepto no contexto exacto, nunca como insulto.

os insultos por aqui são realmente muito fraquinhos. Alguém imagina um centro- ou norte-europeu a alinhavar esta frase no "FMI" do Jos~e Mário Branco: «Filhos da puta de progressistas do caralho da revolução que vos foda a todos!»?

By Blogger JSA, at 11:40 da manhã  

Enviar um comentário página inicial