domingo, novembro 06, 2005

Porque é que deixei de chamar "puto" ao meu filho, na presença dele

Os miúdos sao lixados. E inteligentes. Por exemplo, rapidamente percebem que, na maioria dos casos, para fazer o feminino de uma palavra masculina, basta trocar o "o" no fim por um "a". Assim sendo, quando um dia o miúdo se referiu a uma coleguinha como "a puta" (com o ar mais angelical do mundo), deixei de o tratar por puto. Agora, só quando ele nao está por perto.
5 comentário(s)

5 Comentário(s):

Podes tentar explicar-lhe que no caso feminino se utiliza "pita".... pode ser que resulte!:)

By Blogger tiago, at 1:19 da tarde  

Demais...

Nada como as crianças para nos fazer sorrir... ou embaraçar...

By Blogger Rui Guimarães, at 3:04 da manhã  

Acho que nesta altura do campeonato dizer-lhe que a palavra puta não existe já não deve surtir efeito...

By Blogger BloodyLiLith, at 1:37 da tarde  

A vantagem de viver na Alemanha é que a grande maioria das pesoas não se aperceberia do que é que ele disse. Além do mais, os miúdos na escola não lhe ensinam a dizer estas coisas (quer dizer... ele volta e meia aparece-me em casa com umas palavras novas que eu não faço ideia do que são...)
De qualquer forma, a estratégia resultou. Eu não digo puto, e ele não adapta a palavra.

By Blogger Snowgaze, at 1:41 da tarde  

Se calhar anda a dizer coisas piores que meretriz e tu sem te aperceberes :P

By Blogger BloodyLiLith, at 3:31 da tarde  

Enviar um comentário página inicial