quinta-feira, julho 14, 2005

A filha do curandeiro

Lá consegui ler um livro antes de ir de férias. Ora aí está uma coisa que nao é normal. Tive que deixar outro a meio, mas isso nao tem importância, até porque já nao aguentava tanto facto científico e tanta biografia de cientistas. Mas esse tal calhamaço (pois, também tinha que ter a componente kilidade) fica para outra altura.

Este livro conta a história de uma família, focando principalmente 3 mulheres - mae, filha e avó. A história começa na China, país de nascimento da avó e da mae, e acaba de ser contada nos Estados Unidos, onde nasceu e vive a filha. A história da avó - a filha do curandeiro - vai sendo desvendada ao longo do livro. Quebrando todas as regras, a filha do curandeiro trabalhava com o seu pai, médico de ossos, conhecendo todos os segredos do corpo humano. Um pouco mais tarde que as raparigas da sua altura, ela finalmente recebe uma proposta de casamento, de um homem abastado, fabricante de caixoes. Contra a tradiçao, ela escolhe casar com outro, sendo o seu destino marcado por essa decisao. O fabricante de caixoes mata o seu noivo no dia do casamento, e a filha do curandeiro tenta suicidar-se, mas sem sucesso.
E mais nao conto.


1 comentário(s)

1 Comentário(s):

Ainda bem que o compraste porque já me apeteceu lê-lo e a Paulita achou que não devia ser grande coisa (não sei se ainda se lembra).

By Blogger BloodyLiLith, at 2:53 da tarde  

Enviar um comentário página inicial