terça-feira, junho 28, 2005

Mágico

Estava eu de noite refastelada no sofá a ouvir televisão, que é coisa que faço frequentemente, com as luzes apagadas, quando de repente uma coisa invulgar aconteceu. Olhei em frente, e parecia que uma das pequenas luzes verdes da aparelhagem vinha em direcção a mim. Nunca tinha visto uma luz a voar. Passados uns segundos, a luz verde pousar na parede. Enquanto procurava o comando da luz, sim, que lá em casa é só tecnologias, perdi a luzinha de vista. Mais uns minutos, e lá começa outra vez a voar, e eu, de comando em punho, toca de acender a luz, para ver o tamanho do animal. Infelizmente, voltei a não ter sorte, o pirilampo escondeu-se atrás do sofá e eu não consegui voltar a vê-lo. Pareceu-me ser do tamanho de um mosquito. Mas não tive vontade de o esmagar, como aos mosquitos, pois aquela luzinha verde a voar só podia ser sinal de alguma coisa boa.
2 comentário(s)

2 Comentário(s):

tao giro! nunca vi nenhum...

By Blogger esdruxulina, at 10:43 da manhã  

durante imenso tempo eu quis ter um pirilampo à cabeceira. a minha mami dizia que podia tê-lo se o conseguisse apanhar. era quando eu rapidamente desistia :)

By Blogger Joana, at 10:39 da tarde  

Enviar um comentário página inicial