quarta-feira, maio 25, 2005

O amigo Sócrates

O meu pai não cabe em si de contente. Já não bastava não lhe aumentarem o ordenado há uns anos, agora as carreiras na função pública vão ser congeladas. Ah, e os impostos a aumentar. O que lhe vale é que é um gajo responsável, o meu pai, que poupou no tempo das vacas gordas, preparou a descendência para a vida, e sabe viver com o pouco que tem. O meu pai dava um bom ministro das finanças. De gestão sabe ele, que só gasta o que tem, nunca pede emprestado, e sabe-se precaver para o futuro. Não é nada como esses políticos que por aí andam, que gastam o que não têm, endividam-nos, e esbanjam o dinheirinho que nós lhes damos.
O meu pai só fica chateado com uma coisa. É que ele andou toda a vida a descontar para a reforma e para a segurança social. E, ao contrário de muitos que nunca pagaram e depois receberam, o meu pai arrisca-se a pouco ou nada receber. E a cada ano, a cenoura da idade da reforma se afasta mais um pouco. Ele vê-a, consegue até cheirá-la, mas de cada vez que se aproxima, há um político que a afasta só mais um pouco. O que vale é que o meu pai é um gajo pacífico. Mas cada vez que o ameaçam que uma empresa privada irá fazer o trabalho que ele faz, pelo dobro ou mais do que o que agora está a custar ao Estado, ele não acha graça nenhuma. Deve ser o ministro das finanças que há nele.

*qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência. Toda a gente sabe que não há nenhuma cenoura da idade da reforma.
4 comentário(s)

4 Comentário(s):

De acordo com um silogismo pratico, eu diria que ha uma grande probabilidade de sermos irmas! Achas possivel?

By Blogger Minhoca,a verdadeira, at 5:11 da tarde  

Sera' que o estado em que o pais esta nao se deve ao facto de o "EU" so pensar no "EU"? E acusar sempre o "OUTRO" daquilo que vai mal?

O mundo esta' a mudar vertiginosamente, nao podemos exigir (infelizmente) recuperar aquilo que contribuimos para as despesas publicas...
reformas comecam a ser algo do passado e nao e' so em portugal...

poratnto ha que trabalhar enquanto se pode, da saude e parar e' morrer
:)

By Blogger Nic, at 3:11 da manhã  

Pois, claro que também há o lado do "outro", pode-se argumentar que as reformas sao algo do passado, e tal e coisa. No entanto o facto é: há pessoas que descontaram 40 anos, em separado, para a reforma e para a segurança social. Se quanto à segurança social - saúde, desemprego, etc. - nao há grande discussao, pois nunca se sabe quando nos poderá bater à porta a nós também, quanto à reforma a coisa pia mais fino. Enquanto o meu pai descontou, e nao foi pouco, outras pessoas que nunca descontaram, receberam reformas. Nomeadamente, aqueles que trabalharam na agricultura. Independentemente de essa situaçao ser justa ou nao, é justo que o meu pai que, volto a repetir, descontou 40 anos, a quem durante 40 anos foi dito que estava a descontar para a segurança social, nao receba a reforma que merece? Esta é que é a minha questao.

By Blogger Snowgaze, at 1:08 da tarde  

Snow,
claro que nao e' justo. O teu pai e tantos outros milhares andaram a descontar 40 e mais anos para "sustentar" a seguranca social desses anos. Hoje infelizmente denota-se cada vez mais que esse modelo nao e' sustentavel. Nao e' so' em Portugal, passa-se um pouco por todo o mundo ocidental. No mundo oriental nao existe tal sistema. A familia ainda garante o bem estar da 3a idade, bem 'a moda antiga do ocidente e do resto do planeta.
Agora voltando ao caso do teu pai e de muitos outros milhares dos nossos pais, e' injusto porque eles sempre viveram com o modelo/objectivos de reforma e agora correm o risco de nao as ter. Eles sao a geracao de transicao, aquela que apanha a decepccao. A seguinte tambem nao vai ter a reforma mas com a diferenca que nao ira decepcionar-se pois ja estamos a ser preparados para esse futuro inevitavel...
triste mas e' no que deu a evolucao das civilizacoes capitalistas ocidentalizadas :(

Esta crise e efeitos negativos actrualmente sentidos em Portugal, sao etapas pelas quais todos os paises ociedentais capitalistas passaram e ainda nao ultrapassaram...

lamentavelmente esta-se a passar hoje :(

By Blogger Nic, at 2:47 da manhã  

Enviar um comentário página inicial