quarta-feira, janeiro 26, 2005

Coisas de mulheres

Para obter a receita da pílula (que não é comparticipada pelo seguro de saúde e só é vendida com receita médica*) tenho que ir ao ginecologista de 6 em 6 meses. Ao apanhar-me lá por causa da receita, o homem aproveita sempre para me marcar uma consulta de check up. Eu não tenho vontadinha nenhuma de ir, mas pronto, lá aceito, muito a contragosto. Não é uma tortura ir ao ginecologista, mas também não é nada que me ponha um sorriso na cara.
Hoje era suposto ter uma consulta. Tinha sido marcada para as 9h20, a conselho da secretária, que tinha dito que logo de manhãzinha não costumava haver ninguém. Chego ao consultório, e o que vejo? 4 mulheres à espera. Sabendo eu que não eram clientes anteriores (antes de mim só havia uma marcação, às 8h40), lembrei-me logo do que aconteceu uma das últimas vezes que lá fui. Vi o mesmo cenário, e esperei umas 2 horas pela minha vez. Fui logo perguntar à secretária (não era a mesma que me tinha aconselhado aquela hora, infelizmente) se ia ter que esperar por aquela gente toda. Ela disse que sim, e eu decidi-me logo, "então nesse caso marque para outro dia, que eu vou-me embora, tenho que ir trabalhar".
Tenho mas é que procurar outro ginecologista. Este tem um problema grave de organização. Pois para que é que eu tenho que marcar consulta (e já me aconteceu não me deixarem marcar para quando eu queria porque já estava tudo "cheio"), se quem aparece sem hora marcada tem prioridade conforme a hora de chegada? Preciso de um sistema organizado e que siga as regras: se a pessoa tem hora marcada e está presente no consultório a essa hora, então a pessoa é atendida, no máximo com 10 minutos de atraso sobre a marcação. Estranho neste país em que "Ordung muss sein", em que as regras/leis são a coisa mais importante que há e têm que ser obedecidas, uma regra básica como esta não seja respeitada. Enfim, talvez o homem não seja alemão... mas a minha explicação/teoria sobre o caso é outra (quando mudar de ginecologista verei se estou certa ou errada).

* A receita da pílula vai logo para o lixo a seguir à compra. Não serve para nada a não ser para provar ao farmacêutico que seguimos as regras e não fomos comprar a pílula sem mais nem mais, qual delinquente.
2 comentário(s)

2 Comentário(s):

Infelizmente aprecebi-me do mesmo da última vez que tive que ir a consulta dessas... tenho a impressão que eles marcam várias pessoas para a mesma hora, e quem chegar primeiro é que se safa. Eu aproveito as duas horas para por a leitura em dia :)

By Blogger Paulita, at 6:58 da tarde  

Eu, como vou a Portugal pelo menos de 3 em 3 meses, vou busca-la la ao centro de saude.Mas este Natal, a senhora olha para o caderninho, e explica-me que ainda tenho um mes. Eu la lhe conto que estou em Erasmus, blablabla, mas nao me livrei da acusaçao de que "voces, vem ca busca-la para dar as amigas, pensam que a gente nao sabe, mas isto assim nao pode ser..., eu nem sequer estou a dizer que seja o seu caso, mas eu ja sei como voces sao, isto e para as amigas, depois veem ca buscar mais...estao aqui 6 meses, ouviu, 6, agora nao me apareça ca outra vez tao cedo..."...

By Blogger Rita Dantas, at 2:50 da tarde  

Enviar um comentário página inicial